domingo, 20 de julho de 2008

melancolia .

É uma gélida parte, algo marcante que decidiu ficar dentro deste livro carregado de pó e repleto de momentos . Esta parte persiste, teima em ficar. Não é fácil esquecer, aliás, cada vez é mais difícil. Há ainda um sentimento chamado "saudade" . pode ser um sentimento reconfortante, livrando-se do lado sombrio da melancolia e ficando apenas com o lado bom do que está longe , de quem não está mais aqui ... por outro lado, pode ser o sentimento que mais nos magoa, que mais nos marca.E em toda a nossa vida, este sentimento irá existir. Pode ser bom, cada um faz dele o que quer. Cada pessoa, pode tornar a saudade n'outro sentimento e mais tarde, pode até matá-lo. Vai sempre existir a saudade de certas pessoas, de certas palavras, de certos momentos. Ninguém consegue impedi-la, é algo mais forte que nós, mais forte que tudo. Mesmo que continuemos a negar que ela não existe e que esquecemos o passado, continuamos a mentir, a criar uma ilusão dentro das nossas almas. O melhor, é admitir que se sente saudade. porque é bom, é sinal de que gostamos tanto de sentir outra alma em nós, gostamos tanto dos momentos, que iremos recordar para sempre. O melhor para diminuir as saudades, é aproveitar tudo, até à ultima, até não termos forças para mais, até que perdemos o fôlego e sentimos o coração a bater-nos na cara. E no final, já na despedida, onde às vezes surgem as pequenas lágrimas, um abraço .

1 comentário:

marco disse...

abraçoooooooooooooooooo *-*