quinta-feira, 10 de junho de 2010

guarda silêncio


"...deixamo-nos ficar sentados a observar o mundo à nossa volta. Levamos uma vida inteira a aprender a fazê-lo. Parece que só os velhos são capazes de se sentar lado a lado sem dizer nada e sentirem-se contentes na mesma.
Os jovens, impetuosos e impacientes, têm sempre de interromper o silêncio. É um desperdício, pois o silêncio é santo. Une as pessoas porque só os que se sentem à vontade uns com os outros é que conseguem estar sentados lado a lado sem falar. É este o grande paradoxo..."

Cessam-se as palavras, sente-se o silêncio. Nunca foi o nosso forte usar demasiadas palavras, gastas palavras, escusadas palavras. O nosso forte era o silêncio. Sabes o quanto isso vale? Saber perceber por detrás de olhares e gestos e saber ler as entrelinhas dos curtos e sentidos diálogos que ocupavam os nossos minutos; retirar sempre algo de bom por cada ausência de ruído e por cada interrupção do nosso discurso; conseguir, acima de tudo, guardar silêncio de cada momento nosso. Sabes o quanto isso vale?
Nunca perderás esse teu ar de menino que me fez ser verdadeiramente feliz, por muito que cresças e te tornes no homem que os teus mais chegados sonham que sejas; mas, aqui entre os nossos silêncios, é o teu ar de menino despreocupado e brando que te torna irresistível e dono de ti mesmo. Ser jovem é isso mesmo: crescer, aprender com a vida e nunca perder a cara de menino que marca a diferença. Tu tens a força, tens a garra e guardas os maiores sonhos do mundo dentro de ti sem usufruíres de qualquer som, guardas contigo o que é importante guardar para que poucos te consigam desvendar. Sabes o quanto isso vale?
Um dia destes vamos vaguear pelas ruas, sentar num banco de jardim e conversar até cessarem as palavras. E nós, como nos sentimos à vontade um com o outro, conseguiremos estar sentados lado a lado sem dizer absolutamente nada. Mas promete-me que guardas silêncio…

2 comentários:

Marilena' disse...

Gostei *

Joana disse...

nao deixes a cumplicidade que esta implicita no texto entre voces os dois escapar por entre os dedos.

a minha força ja se perdeu ha algum tempo, mas amo-te mt :p