sábado, 27 de dezembro de 2008

cansas-me

És especialista em jogos de palavras, como eu te conheço! Insistes na permuta de letras e arriscas-te a por as mãos no fogo - um aviso. Diria-te eu, uns dias antes, para teres cuidado com o que pronuncias, lembra-te que há sempre alguém do outro lado do espelho a ouvir-te; ou então no teu quarto, quando falas para ti próprio, mesmo que estejas abandonado por entre quatro paredes pretas (sim, pretas!), o outro lado ouve-te. As paredes não só têm o dom de ouvir como o dom de confessar, por isso é que te aconselho a pensares duas vezes antes de lhes dirigires a palavra, são mais cruéis que os Escorpiões. Esses teus termos já conheço eu muito bem, sei-te de cor meu anjo. Não julgues que não erro na minha interpretação, erro imensas vezes, aliás. Digo-te que todos erram, talvez porque os vocábulos que utilizas não são tão específicos quanto julgas ser e são de difícil compreensão - ou então é a minha mania da complicação a falar mais alto, como queiras. Estou extremamente exausta, os teus jogos fatigaram-me imenso e as tuas palavras perseguem-me, retira-as por favor! Hoje não me incomodas mais, vou dormir e fingir por umas boas horas que desconheço a origem do teu nome aqui ao lado, na minha mesinha de cabeceira.


(1h24 a.m)

5 comentários:

Daniela disse...

Lindo (':

Qel disse...

«És especialista em jogos de palavras, como eu te conheço! Insistes na permuta de letras e arriscas-te a por as mãos no fogo - um aviso».

Muito gostam eles de 'inverter o jogo' e de ver até onde conseguimos aguentar. Muito prazer lhes deve dar testar-nos.

Gostei bastante, Cat (; *

isfb disse...

fizeste-me pensar, pensar tanto! que com simples palavras podemos mudar tudo numa simples fracção de segundo. Hoje não me incomodas mais, vou dormir e fingir por umas boas horas que desconheço a origem do teu nome aqui ao lado, na minha mesinha de cabeceira.
está lindo!

Diogo Silva disse...

Texto fantastico como sempre* O toque singular que dás as palavras agradame especialmente. Sinto o teu coração em cada uma das palavras é uma sensação raramente sentida*
Desejo-te um feliz ANO NOVOOOOOOOO*

TaPê disse...

as palavras e a sua escolha minuciosa continua a dar dor de cabeça e mtas olheiras a mto boa gente filha....

texto espetacular... the one