sábado, 14 de novembro de 2009

dores mudas



Fixo-te o meu olhar e desconheço-te. Melhor dizendo, talvez só agora te esteja a conhecer. Dei conta desse teu traje tão descomunal com que caminhas com muita dignidade pelas ruas da cidade. Olha para nós, estamos perdidos. Vamos deixando um pouco de nós em cada estrada que pisamos até que nada sobre e que nada possa ser reconstituído. E eu continuo com este tremendo desejo de te reencontrar…
Magoa-me deixar de ser tua por completo, magoa-me ser obrigada a esconder o meu lado esquerdo que bate com mais intensidade sempre que os nossos olhares se cruzam e vou morrendo, dia para dia, sempre que deixamos um pouco de nós em cada estrada que pisamos.
Magoa-me saber que me fazes metaforizar-te utilizando os vocábulos mais dóceis porque, no fundo, não deixo de sentir este coração a bater, que bate por ti. E magoa-me ver-nos assim, a perder um pouco de nós em cada estrada que pisamos.
A noite nasce, a rua mergulha na solidão, o silêncio instala-se e a dor priva-se do uso da fala, manifesta-se sem recorrer às palavras.

9 comentários:

Lista W disse...

minha estúpida, é que nem vale a pena dizer que os teus textos estão lindos!
E VOTA NA W! msm que nao sejas da esa xD

nez disse...

"A noite nasce, a rua mergulha na solidão, o silêncio instala-se e a dor priva-se do uso da fala, manifesta-se sem recorrer às palavras."
está lindo e nunca deixes que a tua dor se apodere de ti,*

nez disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Verinha disse...

Tenho que dizer adorei este texto! Muito forte, e bastante profundo. E escolheste a imagem certa. Nunca deixes de te expressar minha querida, juro que vai-te valer sempre de muito.
Um beijinho :)

luisinha disse...

se a dor fala-se...

Ana Filipa Silva disse...

O grande problema é por vezes a dor ser muda, se esta se podesse exprimir por palavras talvez nos livrasse-mos de muitos problema (neste caso afectivos) dando a conhecer o que sentimos verdadeiramente.

Mas infelizmente não há palavras que traduzam essa dor que é a do coração...

(que comentário complicado este que escrevi, xD, espero ter-me expressado bem...xP)

Lindo texto *-*

Beijo :*

● BlackDreams disse...

como eu me enquadro neste texto :x
doi tanto quando nos sentimos assim :s

bom blog (:

Marilena' disse...

Lindo (:

Leonor disse...

escreves tão bem :o